Quem sou eu

Minha foto

Escritor por ofício, natural de Poços de Caldas - MG, 57 anos, divorciado, residente no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Acadêmico correspondente da Academia de Arte de Cabo Frio e cidades da região dos lagos RJ; Acadêmico correspondente da Academia de Artes de Fortaleza CE; Acadêmico Corresponde da Academia de Letras ALPAS 21, Porto Alegre, RS.

Colunista nos Websites de Literatura:

  1. Recanto das Letras - Brasil
  2. World Art Friends - Portugal
  3. Poesia Fã Clube – Portugal
  4. Luso Poemas - Portugal

e titular dos  WebSite e Blog:

www.fabiorenatovillela.com

http://fabiorenatovillela.blogspot.com

                        LIVROS SOLOS PUBLICADOS

  • Poética 1 (pré lançamento)
  • Filósofos Modernos e Contemporâneos - (prelo)
  • Adaptação de OS LUSÍADAS ao Português Atual – 2000 -2007 - 2013
  • Umas 300 Poesias - 2012
  • Gregas Tragédias - Resumos Comentados - 2011
  • Cristina Poema – 2011
  • Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético de Filosofia (02 tomos) - 2010
  • Crônicos Contos Poéticos – 2010
  • Versos Reversos, poemas – 2010
  • Lilian em Versos - 2010
  • Deusas e Deuses Hindus - 2009
  • Onomástico dos Personagens e Lugares Bíblicos - 2009
  • Sobrevivendo com o Câncer Linfático – 2000 - 2012

Participação em trinta e duas Coletâneas e Antologias.

ALGUNS PRÊMIOS RECEBIDOS:

  • Classificado em 1º lugar no “MAPA CULTURAL PAULISTA” da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de SÃO PAULO em 2013-2014 com o poema “Sete de Setembro”. 
  • Eleito um dos melhores poetas luso-brasileiros de 2012, pela Associação de Poetas de região autónoma de Madeira - Secretaria de Cultura de S.G do Amarantes, PORTUGAL, em comemoração ao ano do Brasil – Portugal.
  • Classificado na seletiva da Editora "L-Harmattan", Paris, FRANÇA, em 2010 com o livro "Lilian em Versos". 
  • Classificado para a Feira do livro de Frankfurt, ALEMANHA, em setembro/outubro 2010, com os contos "A Valsa" e "Deus, o homem e o vinho". 
  • Eleito "POETA REVELAÇÃO", em 2009, pela Editora Corpos cidade do Porto – PORTUGAL. 
  • Selecionado em 2006, pela Biblioteca Pública do Estado do Paraná, CURITIBA, para integrar o acervo digital da Instituição com o livro do livro "Sobrevivendo com o Câncer (1ª edição)". 
  • Classificado em 2º lugar no “XVI Concurso Internacional de Literatura da ALPAS 21”, PORTO ALEGRE, RS com a poesia "SECA" e menções honrosas para as poesias “A vida é”; “A tortura”; “Cordel”; “Boca” e “Ceia”. 
  • Classificado em 1º Lugar no “XV Concurso Internacional de Literatura – ALPAS 21”, PORTO ALEGRE, RS, com o Conto "Deus, o homem e o vinho". 
  • Classificado em 2º Lugar no “XIV Concurso Internacional de Poesias - da Casa de Cultura” CRUZ ALTA, RS. Com o poema “Luz” e menções honrosas para as poesias “Voz”, “Jarro” e para o conto “Lulu vegetariana” 
  • Classificado como um dos melhores poetas de 2009 pela ed. CBJE – Brasil, com a poesia "Ausência em amarelo". 
  • Eleito "Personalidade do ano de 2010" e “Personalidade do ano de 2012/2013” na área de produção literária, pela ARTPOP, Academia de Artes de Cabo Frio e região dos Lagos no Rio de Janeiro.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético - 36

CRIACIONISMO – do Latim “CREARE” = criar, gerar.
Tendência que se propõe a explicar a Criação do Universo a partir do ponto de vista Teológico (religioso) inspirado pelo Judaísmo e pelo Cristianismo. Vale recordar que essas duas Religiões são cópias ou adaptações do Hinduísmo e, portanto, essa visão mística e metafísica tem sua origem em épocas muito mais remotas que a dos acontecimentos bíblicos.
Segundo o original (o Hinduismo1), o deus supremo BRAHMAN “quis fazer” o Universo e incumbiu o deus VISHNU de “planejar a obra” e determinou que o deus BRAHMA (o demiurgo citado por Platão) criasse materialmente o Cosmos. Já nas adaptações, ou seja, no Judaísmo e no Cristianismo aboliu-se em termos essa trindade e é o Deus único que desejou, planejou e executou a tarefa de criar o Mundo. Ainda segundo essa crença, Deus fez o Universo a partir do Nada (EX NIHILS), isto é, sem que houvesse qualquer matéria preexistente. Primeiro, ele teria criado os materiais e depois os teria organizado, se é que Ele seguiu os passos sucessivos que damos no tempo e não tivesse usado a capacidade de criar concomitantemente material e obra. E, junto, criou uma Alma Imortal para cada Indivíduo.
Opõem-se a essa visão Religiosa a Corrente de Pensadores chamada de “Evolucionista” que se baseia no DARWINISMO* para explicar a origem e as alterações no Cosmos. Também são oponentes, aqueles que tem fé irrestrita na Ciência e na Racionalidade e, é claro, rejeitam qualquer explicação metafísica.
Atualmente o Criacionismo vigora com força apenas em segmentos religiosos mais ortodoxos. Próximos deles ficam os estudiosos (alguns sérios, outros não) que buscam uma maneira de conciliar às duas vertentes, dentre as quais se pode citar a que prega a existência de um “Desenho Inteligente”, que preserva a “autoria intelectual” para um SER divino, enquanto que o trabalho material seria feito por outros “deuses”, ou até mesmo pela própria criação espontânea da natureza que se encarregaria de dar seqüência à idéia original. Como exemplo dessa segmentação fundamentalista, pode-se apontar para o governo do Sr. George Walker Bush e de sua equipe, nos EUA, que acreditam piamente serem filhos da “Nação Eleita” que haverá de disseminar e guardar a “Democracia”, e os valores em que acreditam, em todos os pontos do Planeta.
O restante da população adota a teoria cientifica como a mais correta, embora não dispense a necessária abertura mental para aceitar novas idéias sobre a questão. Até porque, tanto religiosos e filósofos autênticos e sérios, não estão nem perto de responderem a questão principal: Por que o Universo existe?

1.     Hinduísmo – para os interessados no tema indico o livro de minha autoria “Deusas e Deuses Hindus, Dicionário Sintético, à venda na www.amazon.com,

Nenhum comentário:

Postar um comentário