Quem sou eu

Minha foto

Escritor por ofício, natural de Poços de Caldas - MG, 57 anos, divorciado, residente no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Acadêmico correspondente da Academia de Arte de Cabo Frio e cidades da região dos lagos RJ; Acadêmico correspondente da Academia de Artes de Fortaleza CE; Acadêmico Corresponde da Academia de Letras ALPAS 21, Porto Alegre, RS.

Colunista nos Websites de Literatura:

  1. Recanto das Letras - Brasil
  2. World Art Friends - Portugal
  3. Poesia Fã Clube – Portugal
  4. Luso Poemas - Portugal

e titular dos  WebSite e Blog:

www.fabiorenatovillela.com

http://fabiorenatovillela.blogspot.com

                        LIVROS SOLOS PUBLICADOS

  • Poética 1 (pré lançamento)
  • Filósofos Modernos e Contemporâneos - (prelo)
  • Adaptação de OS LUSÍADAS ao Português Atual – 2000 -2007 - 2013
  • Umas 300 Poesias - 2012
  • Gregas Tragédias - Resumos Comentados - 2011
  • Cristina Poema – 2011
  • Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético de Filosofia (02 tomos) - 2010
  • Crônicos Contos Poéticos – 2010
  • Versos Reversos, poemas – 2010
  • Lilian em Versos - 2010
  • Deusas e Deuses Hindus - 2009
  • Onomástico dos Personagens e Lugares Bíblicos - 2009
  • Sobrevivendo com o Câncer Linfático – 2000 - 2012

Participação em trinta e duas Coletâneas e Antologias.

ALGUNS PRÊMIOS RECEBIDOS:

  • Classificado em 1º lugar no “MAPA CULTURAL PAULISTA” da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de SÃO PAULO em 2013-2014 com o poema “Sete de Setembro”. 
  • Eleito um dos melhores poetas luso-brasileiros de 2012, pela Associação de Poetas de região autónoma de Madeira - Secretaria de Cultura de S.G do Amarantes, PORTUGAL, em comemoração ao ano do Brasil – Portugal.
  • Classificado na seletiva da Editora "L-Harmattan", Paris, FRANÇA, em 2010 com o livro "Lilian em Versos". 
  • Classificado para a Feira do livro de Frankfurt, ALEMANHA, em setembro/outubro 2010, com os contos "A Valsa" e "Deus, o homem e o vinho". 
  • Eleito "POETA REVELAÇÃO", em 2009, pela Editora Corpos cidade do Porto – PORTUGAL. 
  • Selecionado em 2006, pela Biblioteca Pública do Estado do Paraná, CURITIBA, para integrar o acervo digital da Instituição com o livro do livro "Sobrevivendo com o Câncer (1ª edição)". 
  • Classificado em 2º lugar no “XVI Concurso Internacional de Literatura da ALPAS 21”, PORTO ALEGRE, RS com a poesia "SECA" e menções honrosas para as poesias “A vida é”; “A tortura”; “Cordel”; “Boca” e “Ceia”. 
  • Classificado em 1º Lugar no “XV Concurso Internacional de Literatura – ALPAS 21”, PORTO ALEGRE, RS, com o Conto "Deus, o homem e o vinho". 
  • Classificado em 2º Lugar no “XIV Concurso Internacional de Poesias - da Casa de Cultura” CRUZ ALTA, RS. Com o poema “Luz” e menções honrosas para as poesias “Voz”, “Jarro” e para o conto “Lulu vegetariana” 
  • Classificado como um dos melhores poetas de 2009 pela ed. CBJE – Brasil, com a poesia "Ausência em amarelo". 
  • Eleito "Personalidade do ano de 2010" e “Personalidade do ano de 2012/2013” na área de produção literária, pela ARTPOP, Academia de Artes de Cabo Frio e região dos Lagos no Rio de Janeiro.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético 132

NEO-CRITICISMO, NEO-KANTISMO, NEO-PLATONISMO NEO-POSITIVISMO e NEO-TOMISMO – a palavra “Neo” vem do grego e significa “Novo”. É um sufixo utilizado por várias tendências Filosóficas que se baseiam em Sistemas anteriores aos quais renovam. Na seqüência analisaremos os mais importantes:


NEO-CRITICISMO – a doutrina inspirada pela Filosofia de Kant (1724/1804, Alemanha) que foi construída pelo filósofo CHARLES RENOUVIER (1815/1903, França) e seus seguidores. Embora seja baseado em Kant, o ideário de RENOUVIER rejeita a tese dos “NÚMENOS”, ou “Coisa em Si”. Para ele, o Conhecimento possível e único é aquele proveniente dos estudos realizados sobre os Fenômenos (Fenômeno é o corpo físico, material de uma Essência. Aquilo que pode ser percebido pelos Sentidos [tato, audição, olfato, paladar, visão] Humanos), os quais seriam enquadrados nas Categorias A PRIORI. Ver Kantismo*.

NEO-KANTISMO – o Movimento de resgate da Filosofia de Kant (1724/1804, Alemanha) feito por Pensadores alemães do século XIX. Tal Movimento foi iniciado por OTTO LIEBMANN (1840/1912, Alemanha) que em 1865 propôs “uma volta a Kant” para confrontar a Filosofia Romântica e os Grandes Sistemas Metafísicos que predominavam na época. Para OTO, a Filosofia deveria retornar à sua função mais importante, ou seja, à Crítica (enquanto método de estudo minucioso das questões). O Neo-Kantismo dividiu-se em algumas ramificações, sendo as duas principais as que seguem:

1. ESCOLA DE MARBURGO – com HERMAN, COHEN, PAUL NATORP, ERNST CASSIRER que enfatizavam a “Teoria da Ciência” e a questão do “Conhecimento”; isto é, quais as raízes mais profundas, as finalidades precípuas, a validade e a abrangência das “Ciências Naturais”; idem acerca do “Conhecimento Humano”; ou seja, como acontece o aprendizado, a aquisição do Conhecimento, qual a possibilidade da Racionalidade do Homem, sua aplicabilidade, sua confiabilidade e outras questões afins.

2. ESCOLA de BADEN – com WILHELM WINDEL BAND E HEINRICH RICKERT que privilegiou a chamada “Filosofia Prática”, a Moral e a questão dos Valores Morais; isto é, qual a origem mais remota das normas morais, qual a aplicabilidade das mesmas e outros aspectos afins.

ERNST CASSIRER (1874/1945, Alemanha) foi um dos mais importantes defensores da Doutrina Neo Kantista durante o século XX. Além de participar da ESCOLA de MARBURGO, estudou a “Filosofia da Cultura” e a “Antropologia Filosófica”. Desses estudos proveio a célebre definição de que “o Homem é um animal simbólico”; isto é, o SER Humano age e reage por causa da influência que os Símbolos exercem em sua psique.

Na França o Neo Kantismo teve grande destaque através dos estudos de O. HAMELIN e CHARLES RENOUVIER. Na Espanha, a importância se deu através de ORTEGA y GASSET e MANUEL GARCIA MORENTE. Ver Kantismo*.

NEO-PLATONISMO – Corrente Filosófica que floresceu no século III d.C. fundada por AMÔNIO SACAS (c. primeira metade do século III, grego, nascido em Alexandria) e que teve em PLOTINO (205/270, romano, nascido no Egito) e seus adeptos (1) os mais ilustres difusores. O Neo-Platonismo, claro, resgata aspectos da filosofia do Mestre Platão e justamente por isso tem como característica principal a interpretação “espiritualizada” e mística da Teoria Platônica. Interpretação que também foi fortemente influenciada pela Doutrinas do Estoicismo* e do Pitagorismo*. Para os Neo-Platônicos o Real ou a Realidade é formado por três hipóstases (substâncias, ou essências):

1. UNO (Deus, Absoluto)

2. Inteligência (NOUS)

3. Alma

Sendo que as duas últimas provem do UNO que as origina por emanação (naturalmente, mecanicamente). A Inteligência e a Alma humana surgem graças à Natureza (o jeito de ser, suas características, seus poderes) de Deus.

O Neo-Platonismo foi a base do Cristianismo Primitivo e embora seja considerado complexo, obscuro e até incompreensível, a sua influência persiste até os dias atuais, embora com menor intensidade. Seu ideário “espiritualista” é, certamente, o responsável pela manutenção desse interesse. Ver Platonismo*.

1) Seguidores de PLOTINO - PORFIRIO (c. 232/305, grego, nascido em Tiro), IÂMBLICO (c. 250/330, grego, nascido na Síria) e PROCLO (410/485, grego, nascido em Constantinopla)

NEO-POSITIVISMO – Tendência filosófica contemporânea que também é chamada de Fisicalismo*, “Empirismo Lógico* e Positivismo Lógico*. Tem por base o Positivismo* de COMTE e como representante máximo o “Circulo de Viena” que ao resgatar a Ideologia Positivista reafirmou a tese que privilegia o Material, o Concreto, o Cientifico em detrimento das especulações abstratas e das idéias metafísicas. Ver Fisicalismo* e Positivismo*.

NEO-TOMISMO – a Corrente Filosófica que retira do Pensamento de São Tomaz de Aquino as suas principais teses, as quais pretendem comprovar que a Crença pode ser Racional e não fruto apenas da Fé. Obviamente que nesse processo se busca adaptar o ideário de São Tomaz aos avanços científicos e aos problemas filosóficos da Atualidade. Mais contemporaneamente inspirou-se na Encíclica Papal “AETERNI PATRIS”, de 1879, assinada pelo Papa Leão XIII. Aliás, tal Encíclica é considerada o marco inaugural do Neotomismo da atualidade. No século XX seu principal representante foi JACQUES MARITAIN (1882/1973, França) que, como os demais, labutou para unificar as questões abstratas, imateriais, espirituais com as regras da Lógica Racional. Ver Tomismo*.

Nenhum comentário:

Postar um comentário