Quem sou eu

Minha foto

Escritor por ofício, natural de Poços de Caldas - MG, 57 anos, divorciado, residente no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Acadêmico correspondente da Academia de Arte de Cabo Frio e cidades da região dos lagos RJ; Acadêmico correspondente da Academia de Artes de Fortaleza CE; Acadêmico Corresponde da Academia de Letras ALPAS 21, Porto Alegre, RS.

Colunista nos Websites de Literatura:

  1. Recanto das Letras - Brasil
  2. World Art Friends - Portugal
  3. Poesia Fã Clube – Portugal
  4. Luso Poemas - Portugal

e titular dos  WebSite e Blog:

www.fabiorenatovillela.com

http://fabiorenatovillela.blogspot.com

                        LIVROS SOLOS PUBLICADOS

  • Poética 1 (pré lançamento)
  • Filósofos Modernos e Contemporâneos - (prelo)
  • Adaptação de OS LUSÍADAS ao Português Atual – 2000 -2007 - 2013
  • Umas 300 Poesias - 2012
  • Gregas Tragédias - Resumos Comentados - 2011
  • Cristina Poema – 2011
  • Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético de Filosofia (02 tomos) - 2010
  • Crônicos Contos Poéticos – 2010
  • Versos Reversos, poemas – 2010
  • Lilian em Versos - 2010
  • Deusas e Deuses Hindus - 2009
  • Onomástico dos Personagens e Lugares Bíblicos - 2009
  • Sobrevivendo com o Câncer Linfático – 2000 - 2012

Participação em trinta e duas Coletâneas e Antologias.

ALGUNS PRÊMIOS RECEBIDOS:

  • Classificado em 1º lugar no “MAPA CULTURAL PAULISTA” da Secretaria de Cultura do Governo do Estado de SÃO PAULO em 2013-2014 com o poema “Sete de Setembro”. 
  • Eleito um dos melhores poetas luso-brasileiros de 2012, pela Associação de Poetas de região autónoma de Madeira - Secretaria de Cultura de S.G do Amarantes, PORTUGAL, em comemoração ao ano do Brasil – Portugal.
  • Classificado na seletiva da Editora "L-Harmattan", Paris, FRANÇA, em 2010 com o livro "Lilian em Versos". 
  • Classificado para a Feira do livro de Frankfurt, ALEMANHA, em setembro/outubro 2010, com os contos "A Valsa" e "Deus, o homem e o vinho". 
  • Eleito "POETA REVELAÇÃO", em 2009, pela Editora Corpos cidade do Porto – PORTUGAL. 
  • Selecionado em 2006, pela Biblioteca Pública do Estado do Paraná, CURITIBA, para integrar o acervo digital da Instituição com o livro do livro "Sobrevivendo com o Câncer (1ª edição)". 
  • Classificado em 2º lugar no “XVI Concurso Internacional de Literatura da ALPAS 21”, PORTO ALEGRE, RS com a poesia "SECA" e menções honrosas para as poesias “A vida é”; “A tortura”; “Cordel”; “Boca” e “Ceia”. 
  • Classificado em 1º Lugar no “XV Concurso Internacional de Literatura – ALPAS 21”, PORTO ALEGRE, RS, com o Conto "Deus, o homem e o vinho". 
  • Classificado em 2º Lugar no “XIV Concurso Internacional de Poesias - da Casa de Cultura” CRUZ ALTA, RS. Com o poema “Luz” e menções honrosas para as poesias “Voz”, “Jarro” e para o conto “Lulu vegetariana” 
  • Classificado como um dos melhores poetas de 2009 pela ed. CBJE – Brasil, com a poesia "Ausência em amarelo". 
  • Eleito "Personalidade do ano de 2010" e “Personalidade do ano de 2012/2013” na área de produção literária, pela ARTPOP, Academia de Artes de Cabo Frio e região dos Lagos no Rio de Janeiro.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Filosofia Sem Mistérios - Dicionário Sintético - 42

DINAMISMO – do grego “DYNAMIS” = poder, força. Trata-se da doutrina filosófica que afirma existirem “Forças” que podem ser consideradas como Verdadeiras, Reais, apenas observando-se qualquer movimento, pois não se pode imaginar que alguma coisa NÃO se mova, mesmo que não saia do lugar. Tomemos o seguinte exemplo: a árvore que cresce apresenta um movimento, embora não mude de lugar.
A partir, então, da constatação de que alguma “Força” tenha impulsionado o movimento existente em tudo, conclui-se que a Essência da Coisa, do Objeto, do SER é igual àquela Força. Então, Força e Ser são iguais, idênticos e, até, um só.
A afirmativa: “O SER é idêntico (ou igual) à Força”, é elementar para os seguidores do filósofo grego e pré-socrático HERÁCLITO, para quem o fato do SER estar em perpétuo Movimento indica que nele existe uma Força que o faz se mover e que tal Energia é, na realidade, a sua Essência. Tome-se como exemplo o SER Humano, que mesmo estático e em repouso tem dentro do corpo uma série de movimentos vitais (como o respirar, por exemplo); enquanto que em sua Mente a movimentação ocorre por conta dos Pensamentos ou até dos Sonhos. Quando lhe vemos, vemos sua aparência externa, mas nem por isso duvida-se que dentro dele existe uma Força ou uma Essência.
Os filósofos LEIBNIZ (1646/1716) e BERGSON (1859/1941) para combaterem a tese do Mecanicismo*, afirmaram que na origem das coisas há uma Força em constante atividade que é capaz de criar todas as formas de Existência. Ou seja, os movimentos não são apenas “Mecânicos”, mas existem com outra finalidade maior. Com o propósito de manter todas as existências. Note-se a semelhança com “Vontade” de SCHOPENHAUER: uma Energia extracorpórea que anima (dá vida) aos corpos e objetos, sendo ela a “Essência de tudo”. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário